segunda-feira, 20 de setembro de 2010

"Levas-me ao imenso portal do prazer
E, como um coqueiro de tronco altaneiro,
Vergo-me ao teu vendaval e ligeiro,
Meu corpo ondula para satisfazer,"


(Maria H.de J.Alão)

2 comentários:

Gabrielle disse...

Num ritmo louco, te coloco de quatro e penetro com força,
num movimento de vai-vém, onde você
pede mais.
Gemidos, palavras obscenas em seu ouvido...
Se balança ao
seu ritmo e juntos
gozamos extasiados
além do infinito.

Lou Albergaria disse...

Êh, trem de bater em doido, sô!!!!!